Outras leituras

by RM

“A língua materna e as humanidades desempenham um papel fundamental na formação dos jovens, pelo que denunciamos a erosão que o seu ensino tem sofrido ao longo de quarenta anos, tanto com os cortes no orçamento como com ideias perniciosas: não é verdade que um aluno que não saiba ler no final do primeiro ciclo do ensino básico possa recuperar o seu atraso no segundo ciclo e assim por diante; nem que a língua materna seja ensinada em todas as disciplinas; nem que a gramática seja aborrecida, desnecessária ou demasiado normativa; nem que a cultura clássica seja elitista ou discriminatória.

O primeiro ciclo deve, de facto, permitir que as crianças aprendam a ler fluentemente e a compreender o que lêem, e também a escrever, pelo que o tempo que lhes é dedicado deve aumentar.

A literatura deve ser revalorizada, com uma presença forte e continuada, pois dá acesso a uma linguagem que faculta a expressão clara e um pensamento estruturado, abre horizontes ao conhecimento e desenvolve a curiosidade intelectual. “

Daqui.